Os Segredos do Sucesso dos Negócios de Rua, por Ricardo Veríssimo

Em nova obra, autor e palestrante reúne segredos de marketing e de vendas de quem vive o dia a dia negociando produtos nas ruas

Especialista em empreendedorismo de pequeno porte, Ricardo Veríssimo dedicou 4 anos pesquisando negócios de rua e fazendo centenas de entrevistas em várias cidades do Brasil. O resultado é o livro Os Segredos do Sucesso dos Negócios de Rua, que compila dicas de vendas e marketing de rua.

Ex-conselheiro de Jovens Empresários da FIRJAN e membro da Rede de Empreendimentos Iniciativa Jovem, Ricardo palestra sobre os temas empreendedorismo, liderança, carreira, motivação e vendas, sempre com boa dose de bom humor. Administrador de empresas por formação e empreendedor por vocação, Ricardo costuma chocar e impressionar pela simplicidade como aborda assuntos complexos.

É autor também de 20 Regras de Sucesso do Pequeno Empreendedor e Chefe Zero – Agite-se depois de usar, que conta com prefácio do diretor da VendaMais, Raul Candeloro. É também criador e apresentador do Minuto Empreendedor, programa com dicas de carreira e negócios espalhado em várias rádios do Brasil e em Angola, no continente africano. Confira a seguir um pouco do que motivou o autor a escrever Os Segredos do Sucesso dos Negócios de Rua e as descobertas que Ricardo Veríssimo sobre como estes negócios tem conseguido se diferenciar e obter sucesso, mesmo na contramão das grandes corporações.

Fale sobre seu novo livro Os Segredos do Sucesso dos Negócios de Rua. Sobre o que trata o livro e o que o motivou a escrevê-lo?

Eu fui atrás do segredo dos negociantes de rua, tentando responder as seguintes perguntas:

  • Como eles prosperam em meio a tanta crise, falta de estrutura e falta de conhecimento acadêmico?
  • Quais segredos carregam os negociantes de rua?
  • Que tipo de marketing eles usam?

Ricardo Veríssimo, autor de Os Segredos do Sucesso dos Negócios de Rua

Passei 4 anos pesquisando os negociantes de rua e fazendo centenas de entrevistas em várias cidades do Brasil. Após todas as pesquisas, compilei as descobertas neste livro, apresentando o que chamo de MARKETING DE RUA, ensinando as estratégias de negócios que fazem com que os negociantes de rua tenham sucesso frente às megacorporações. 

Um livro recheado de diálogos entre consumidores e negociantes de rua, com linguagem simples, porém carregado de ensinamentos valiosos que farão, se aplicados de forma correta, aumentar seus resultados como líder ou empresário. Um resgate histórico dos artífices do comércio, somado a um manual de estratégias de negócios, compilado em 240 páginas pela Gravata Amarela Editora. Os Segredos do Sucesso dos Negócios de Rua é um livro focado em vendas, marketing, negociação, administração e sucesso nos negócios.

Você poderia nos dar um exemplo prático extraído o livro que exemplifique melhor seus principais conceitos?

O livro tem em cada capítulo propostas de práticas para o empresário executar em sua empresa, indicando caminhos, por exemplo, como avaliar e reduzir custos e como comprar melhor. Afinal, vender bem começa com comprar bem.

Dividido em três partes, o livro traz na primeira parte a definição de negócios de rua e a importância de ser parecido com eles. Na segunda parte o foco está nas várias estratégias de negócios usadas pelos negociantes de rua, como decisões de compra e de preço. Também é abordado o alinhamento com as diversas formas de aplicação de marketing, como marketing de sensações, marketing emocional, marketing de retenção, marketing de percepção e marketing de rua. Na terceira parte são ensinadas formas de divulgação de negócios.

Quais são os erros mais comuns que você vê as empresas e as pessoas cometendo em relação à essas questões?

Excesso de estrutura, seja física ou de pessoal, compras inadequadas e processo de compras equivocado. Falta de controle e metas, tanto de receitas quanto de despesas, e falta de treinamento. O que não é controlado, perde a qualidade, aumenta gastos e reduz receitas.

Outro erro é a falta de conhecimento das técnicas de vendas e marketing por parte das empresas. Não existe sucesso de vendas sem uso de boas técnicas de vendas e marketing. Não existe sucesso por acaso, sempre existe um método e uma estratégia por trás de qualquer sucesso empresarial. Mesmo que seja usado de forma empírica. 

Dessa lista de erros, qual você considera o mais grave? Por quê?

Falta de controles diários e falta de treinamento. Num momento em que passamos por crises políticas e econômicas, as empresas não podem mais trabalhar sobre controles mensais, mas isso ainda é uma prática comum. Empresas, em sua maioria, não possuem controles e metas e, quando possuem, são mensais. Na competição globalizada não é mais possível esperar o fim do mês para fazer ajustes. Os ajustes devem ser diários. O negociante de rua tem metas diárias desde os tempos dos mascates.

Imagine que um empresário ou vendedor quer melhorar os resultados nessa área. Por onde deve começar? De maneira sucinta e objetiva, quais as principais recomendações?

Negócios de sucesso são uma combinação de produto, processos e pessoas. Minha recomendação é treine e controle bem as pessoas e os processos, adquira, mantenha e entregue bem os produtos. Parece óbvio, mas não é. Com o tempo, os empresários tendem a entrar na zona de conforto e no piloto automático e perdem a atenção aos detalhes. E é nesse momento que as coisas desandam.

Minha recomendação é: todos os dias você precisa analisar um processo, uma pessoa e um produto. Isso realizado todos os dias faz o trabalho pequeno de formiguinha apresentar o resultado de um gigante.

Falando um pouco do seu trabalho como consultor e palestrante agora. Que tipo de empresa geralmente contrata seus serviços? O que busca?

Meu público principal de palestras são estudantes de nível superior e médias empresas. Já como consultor sou muito procurado por empresas de pequeno porte, que vão desde lanchonetes a pequenas indústrias. Sempre falando ou analisando e ajustando processos de vendas e negócios.

Por outro lado, que tipo de evento/treinamento/consultoria não é adequado para você? Ou seja, que tipo de problemas/situações/treinamentos você geralmente prefere não aceitar ou indicar para algum colega?

Não aceito e não trabalho com consultoria sobre processos financeiros. Não gosto de atuar com questões ligadas ao controle das finanças pessoais e empresariais. Ensino muitas empresas a vender mais e criar novos e melhores negócios, mas não a controlar os recursos financeiros.

Qual seu diferencial em relação a outros consultores? Qual a sua “marca registrada”?

A marca registrada é falar de assuntos complexos de forma simples e com uma certa dose de humor.

Meu grande diferencial é ser um empreendedor de fato, que gera empregos. Não sou um CNPJ de uma pessoa só, sou um pequeno empresário com 12 anos de mercado. Que vive sem uma assinatura na carteira de trabalho desde 2006. Não falo de empreendedorismo só baseado em livros. Falo de empreendedorismo, vendas e liderança com conhecimento de quem está todos os dias no mercado lutando pela sobrevivência num país com altos impostos e condições desfavoráveis. Tudo isso aliado a experiência de 7 anos no mercado de auditoria em empresas de grande porte em vários seguimentos me deu uma boa experiência para mudar o status quo de muitas empresas.

Com tanta experiência na área, quais dicas ou informações você vê sendo dadas pela mídia sobre ao assuntos que seu livro cobre com as quais claramente não concorda ou que acham modismos ou exageros?

Acho um exagero o romantismo do empreendedor, fazendo-o parecer um super-herói e um ser diferenciado da maioria das pessoas. Qualquer bom profissional com força de vontade pode ser um bom empreendedor. Ninguém nasce empreendedor, se torna um.

Algum último comentário que queira fazer para os leitores da VendaMais?

Os profissionais precisam trocar informações com seus pares. A falta de engajamento entre profissionais de uma mesma área faz com que não haja troca de informações, busca de soluções e criação de novas soluções. Nós vendedores infelizmente não temos esse costume. Advogados tem seus conselhos, médicos e administradores também. A falta de um órgão que reúna os vendedores fez com que nós fossemos dispersos. Crie grupos de estudos e soluções.

Para saber mais:

                https://www.amazon.com.br/dp/B07K1GB6H2

Leia também: