RX: conheça a ferramenta que visa tornar mais eficiente o recrutamento e seleção de funcionários

O que sua empresa leva em consideração na hora de recrutar vendedores? Visando auxiliar no recrutamento e seleção de empresas, e aproveitando os conhecimentos que possui como 25 anos atuando na área de vendas, o psicólogo Wanderley Cintra Júnior, lapidador de talentos da empresa Evoluir Sempre, representa no Brasil o aplicativo RX. Direcionado para gestão de pessoas, o aplicativo funciona como uma ferramenta de People Analytics. Dentre os objetivos do RX, está atrair e selecionar talentos com menor tempo e mais eficácia.

Para explicar algumas das funcionalidades do aplicativo, como o de traçar perfis dos candidatos à vagas de emprego, Cintra traça um comparativo com o CHA das vendas. A sigla CHA significa Conhecimentos, Habilidades e Atitudes. A tríade assegura sentidos de competência em padrões internacionais.

O C se
refere ao Conhecimento sobre um determinado assunto que podem ser aplicados na
empresa. Para recrutar um vendedor, por exemplo, partem dele 5 conhecimentos
principais:

  • Conhecimento de Produto/Serviço
  • Conhecimento do Mercado
  • Conhecimento da Concorrência
  • Conhecimento do Cliente
  • Conhecimento da Empresa

O H
corresponde à Habilidade de oferecer resultados colocando em prática o
conhecimento teórico que foi adquirido para soluções de problemas. No total,
são 8 habilidades principais que um vendedor deve colocar em prática:

  • Preparação/Planejamento
  • Prospecção
  • Abordagem
  • Levantamento de necessidades
  • Proposta de valor
  • Negociação
  • Fechamento
  • Pós-venda

E por
fim, o A remete ao conjunto de Atitudes necessárias para ser um profissional
eficiente. Partem dele 10 tópicos:

  • Motivação
  • Foco
  • Iniciativa
  • Inteligência emocional
  • Ética
  • Resiliência
  • Criatividade
  • Comprometimento
  • Persistência
  • Autodesenvolvimento

De acordo
com Cintra, o aplicativo RX gera uma chance de acerto de 87%, enquanto uma
entrevista convencional tende a diminuir o índice de sucesso no processo
seletivo para 27% a 38%. Confira a seguir a entrevista realizada com Cintra e
saiba mais sobre o aplicativo.

O que o seu aplicativo de perfis psicológicos
oferece exatamente para o RX? Como o seu serviço é diferente de outros
aplicativos similares no mercado?

O RX
pretende fazer um raio X da empresa. Na VendaMais é muito falado sobre o CHA. O
RX mede as atitudes das pessoas, a personalidade delas, mede a interação dessa
personalidade com os pares, superiores e com a função e avisa se há aderência e
qual a chance de sucesso daquela pessoa nesta conjuntura. Após isso, ele avisa
se há aderência e qual a chance de sucesso daquela pessoa em determinada
conjuntura. Além disso, o RX mapeia o risco de desligamento voluntário de
funcionários, faz simulações de novos departamentos e novas filiais, e a
mudança de funcionários de locais e funções.

O grande
diferencial do RX é que, mesmo se a empresa tiver 10 ou 10 mil funcionários,
ela poderá usar o sistema, afinal ele é muito fácil de usar.

Na VendaMais somos 100% focados em vendas. Como o RX pode ajudar uma empresa a reduzir seus custos de vendas, melhorar seu faturamento ou melhorar o atendimento a clientes?

Numa entrevista é muito fácil o empresário ou recrutador selecionar um candidato que tem muito boa lábia pra se vender, mas não é o mais adequado para o cargo. O RX consegue antecipar se esse candidato serve ou não para determinada função e se ele terá motivação para tal função. A precisão do sistema é de 87%, enquanto que numa entrevista a chance de acerto é de 27% a 38%, dependendo da experiência do recrutador.

Nas
empresas que usam o RX, os empresários conseguem monitorar tudo com o celular
na mão. E, em pouco tempo, conseguem identificar os problemas que acontecem na
equipe, ou mesmo aquela pessoa que pode estar fazendo com que a equipe tenha
resultados abaixo do esperado.

Em outras
empresas, os empresários relataram que perceberam mais brilho nos olhos dos
funcionários e isso se traduziu em alta produtividade.

Que tipo de empresa pode se beneficiar deste tipo
de solução?

O RX é para qualquer empresa que queira mudar. O sistema é muito inteligente, mas se o cliente não estiver disposto a mudar, ele não vai ajudar muito. O RX é para empresas que queiram produzir mais e melhor, ou seja, alcançar a alta Performance, sem distinções.

Da mesma forma, que tipo de situação o RX não se
propõe a resolver?

O RX não se propõe a ser um componente punitivo para os funcionários, até porque estamos falando de personalidade e isso não se muda facilmente. O RX vai apontar, por exemplo, que um vendedor tem dificuldade de lidar com vendas de longo prazo. Neste caso, não adianta o empresario ler isso e pedir pra ele mudar isso. Ele deve, sim, inserir este vendedor num contexto onde ele será, melhor aproveitado.

Quais são os erros mais comuns que você vê as
empresas cometendo em relação às suas iniciativas de fazer usar um aplicativo
como o RX no seu processo de recrutamento e seleção ?

O
recrutamento e seleção é algo muito falho no Brasil. Somente grandes empresas
conseguem tem um processo mais longo, mais estudado.

Muitos empresários avaliam apenas as experiências do candidato e os cursos que ele fez, ou seja, o CH do CHA. Mas, por exemplo, as Atitudes acabam não sendo medidas. O RX faz isso e ainda avalia se a pessoa é a mais adequada para determinado tipo de venda, ou para trabalhar com determinado gestor, ou para entrar em determinada equipe.

Basicamente
os erros são:

  1. Não usar o CHA como base dos parâmetros;
  2. Quando a empresa usa o CHA, as atitudes são avaliadas de forma não profissional;
  3. Ser muito subjetivo no processo seletivo.

Dessa lista de erros, qual você considera o mais
grave? Por quê?

Todos são
graves, mas a subjetividade é um problema muito grave. Ela gera uma falta de
padrão no processo seletivo, pois dependendo do departamento para o qual a
entrevista for direcionada, pode ser que um recrutador considere o candidato
muito bom, e outro faça uma avaliação negativa do mesmo candidato.

Vamos dizer que alguém tenha se interessado. Por
onde começar? Qual o passo a passo de passar a utilizar um teste de perfil no
seu processo de seleção?

Sempre
dizemos que, ao contratar o serviço, o cliente precisa entender no que aquele
serviço pode ajudar. O que sugerimos inicialmente é entrar em contato conosco e
fazer um processo seletivo utilizando a ferramenta, e comparar com outros
processos seletivos já realizados. Desta forma, o cliente terá ideia de como a
ferramenta vai ser essencial para ganhar tempo, economizar recursos e ser mais
precisa.

O teste é
muito simples, é tudo online. O candidato faz o teste em 15 minutos por meio de
um link enviado a ele.

O passo a
passo é:

  1. Faz-se o cadastro do candidato: nome, email e possível empresa contratante;
  2. O candidato recebe o link e faz o teste;
  3. O laudo com 4 páginas é emitido sobre as potencialidades do candidato;
  4. O laudo fica disponível na plataforma para o cliente.

Algum último comentário que queira fazer para os
leitores da VendaMais?

O processo seletivo é um investimento e uma forma de oxigenar sua equipe, de trazer sangue novo para a empresa. Assim como em um corpo humano, é necessário que se faça testes para que não seja qualquer tipo de sangue inserido nesse corpo. Se o sangue que estiver entrando no corpo não for o ideal, pode até matar. Nisso também acontece no seu negócio.

Profissionalizar melhor o processo seletivo faz com que você ganhe:

  1. Tempo, recurso que não pode ser comprado nem reposto;
  2. Mais clientes, pois essa pessoa vai ter contato com seu cliente, o bem mais precioso da sua empresa;
  3. Maior produtividade, a pessoa certa no lugar certo traz alta performance, menos conflitos e mais autonomia;
  4. Menos adoecimento, pessoa certa no lugar certo é certeza de menos estresse, desgaste e angústia.

Para saber mais:

Acesse: https://www.rxevoluirsempre.com
Ou entre em contato com: atendimento@evoluirsempre.com.br

Leia também: