Receita recorrente: um dos segredos para acabar com o desconto e lucrar mais

Existe uma coisa que as operadoras de telefonia celular fazem muito bem e você deveria aprender com elas. 

Ao entrar em uma dessas lojas com o objetivo de comprar um celular, vários preços lhe serão apresentados:

– O preço do aparelho sozinho
– O preço do aparelho se você contratar o plano A (x% mais barato do que o aparelho sozinho)
– O preço do aparelho se você contratar o plano A+ (x + y% mais barato)
– E assim por diante.

 Isso é muito interessante, pois ajuda a empresa a criar uma receita recorrente nesse tipo de produto, uma vez que o preço do aparelho é diluído nas parcelas do plano e, ainda, muitas vezes, ajuda a convencer o cliente a contratar o plano mais caro – o celular sai tão mais barato, não é mesmo?

Essa atitude parece simples, mas poucas empresas utilizam com eficiência essa argumentação, e acabam separando manutenção da venda do produto.

Sabe por que isso acontece? Porque os departamentos de venda e manutenção são distintos e cada um “briga” por seu lucro, mas, principal e infelizmente, porque as empresas veem o cliente como algo estanque, e não dinâmico. Pensam apenas no momento em que estão vendendo, mas deveriam pensar em todo tempo de utilização que o cliente fará do seu produto.

Quando falamos em produtos duráveis, uma das maneiras de conseguir reduzir o desconto é gerando uma receita recorrente para o produto, como, por exemplo, uma manutenção periódica fixa feita pela equipe técnica.

Desa forma, a lucratividade vai para além do momento da venda, o que permite uma maior flexibilização na negociação.

Pense nisso e mude a forma como você lida com descontos e receita recorrente. Você vai ver que uma simples mudança pode fazer toda a diferença para sua lucratividade.

Sucesso!