Conheça a Wishare, a primeira rede social de compras do Brasil

A empresária Juliana Maia Klein, 23 anos, idealizava unir tudo o que mais gostava em um só lugar. Aproveitou para conciliar empreendedorismo, moda e redes sociais e deu vida ao Wishare, a primeira rede social de compras no Brasil. Em pouco mais de dois meses, a rede já acumula mais de 10 mil usuários ativos. Mas o que mais impressiona é que a rede já possui mais de uma centena de parceiros. Nomes de peso como Laura Novais, Sandro Moscoloni, Melissa, Carter´s, Nike, adidas, Converse, Converse, Coca-Cola, Cavaleira, Dryzun, John John, MAC, Synchron, entre outros, estão entre as opções da rede social de compras.

O principal diferencial da Wishare é oferecer a oportunidade de descobrir produtos e lojas a partir de publicações no feed. A rede captura dados a partir das interações dos usuários e sugere produtos e marcas atendendo aos gostos pessoais de cada consumidor. O objetivo é claro: aumentar as conversões de vendas, por meio de uma experiência personalizada. Confira nesta entrevista com a CEO Juliana Klein, como ela transformou uma rede social em um lucrativo marketplace.

O que vocês oferecem exatamente na Wishare? Como o seu serviço é diferente das outras empresas similares no mercado?

A Wishare é uma rede social de compras que funciona como um marketplace. Para o seller: é mais um canal de vendas no qual ele precisa apenas ter o produto em estoque e enviar para o consumidor final. Toda a parte de marketing e captação de cliente é de responsabilidade do Wishare.

Para o consumidor: é uma rede social, onde ele pode conhecer novas lojas, adquirir marcas consagradas, seguir amigos, realizar compras, compartilhar conteúdo, ter acesso a influencers digitais, que o auxiliarão na composição de um look e criar uma lista de desejos.

Nosso maior diferencial, além de ser uma plataforma conhecida lá fora como social commerce, é que todo processo de compra acontece sem redirecionamentos, o que aumenta a conversão de vendas.

Na VendaMais somos 100% focados em vendas. Como a Wishare pode ajudar uma empresa a vender mais e melhor? Pode compartilhar com a gente alguns casos de sucesso?

A Wishare é um canal exclusivo para a comercialização de produtos relacionados à moda com grande circulação de usuários que buscam novos produtos, novas lojas, etc. E por ser uma rede social, a empresa pode estreitar o relacionamento com seus consumidores, aumentar o engajamento e, consequentemente, ter uma melhor conversão de vendas.

Nosso maior caso de sucesso é ter uma plataforma que oferece exclusivamente a oportunidade de unir as duas frentes: empresa e consumidor.

Que tipo de empresa pode se beneficiar deste tipo de solução?

Qualquer tipo de empresa, desde micro, pequena a grande porte. 77% dos consumidores brasileiros são influenciados pelas redes sociais ao adquirir um produto. Esta influência ocorre por amigos, parentes, conhecidos e até anúncios realizados nessa mídia. Uma rede social específica para o comércio de produtos atende qualquer empresa que deseja ter uma notoriedade no meio on-line sem a necessidade de grandes investimentos em anúncios.

Da mesma forma, que tipo de situação a Wishare NÃO se propõe a resolver?

Mesmo sendo um canal exclusivo para venda, o relacionamento entre loja e consumidor é muito importante. Oferecemos todas as ferramentas para essa aproximação, mas a empresa é a principal responsável para que isso ocorra naturalmente. Não interferimos neste quesito.

Quais são os erros mais comuns que você vê as empresas cometendo em relação ao uso das redes sociais?

Como em qualquer rede social, o conteúdo é o que atrai um seguidor. Ter um conteúdo relevante e confiável é o mínimo para conquistá-lo. Em uma rede social de compras não é diferente. Oferecer produtos de qualidade, promoções reais com descontos significativos, possuir o produto em estoque, saber ouvir seu cliente por meio dos “likes”, comentários e avaliações é muito importante. Frequentemente vejo empresas ignorando essas informações.

O meio digital deu voz ao consumidor. Ele pode comparar rapidamente produtos, contar suas experiências, indicar ou até mesmo reclamar. Estar preparado para críticas e saber mudar é o que diferenciará sua empresa.

Não subestime o consumidor digital, pois ele sabe o que quer comprar, onde encontrar e quanto está disposto a pagar.

Dessa lista de erros, qual você considera o mais grave? Por quê?

Na minha opinião, o erro mais grave é o lojista utilizar a Wishare como queima de estoque de produtos que não venderam, achando que isso irá atrair o consumidor. Em um primeiro momento, até pode ser, por conta da promoção, do valor mais acessível dos produtos. Mas o que realmente movimenta a moda é a novidade.

Nossos números demonstram que todas as lojas que cadastraram produtos condizentes com a atual estação ou próxima, por exemplo, obtiveram melhores resultados em vendas, novos seguidores e maior interação com o consumidor. Seu produto parado em estoque é um indicativo de que algo está errado, seja com o produto ou com a sua administração e é importante ficar atento a isso.

Onde uma pessoa que quiser saber mais sobre a Wishare pode encontrar informações e tirar dúvidas?

Estamos presentes na internet, este é nosso principal canal de acesso. Por meio do nosso site www.wishare.com.br, as pessoas podem tirar dúvidas, cadastrar suas lojas e obter maiores informações sobre nossa plataforma.

Algum último comentário que queira fazer para os leitores da VendaMais?

Faço um convite para que todos os leitores conheçam a Wishare e tenham uma experiência de compra diferenciada, sejam consumidores ou lojistas que queiram expandir seus negócios.

Leia também