O consumidor hiperconectado

Por Thiago Miranda

Entender a psicologia por trás dos hábitos de consumo é uma das chaves para o sucesso em um mercado cada vez mais competitivo e globalizado. Nas últimas décadas, o comportamento de compra do consumidor evoluiu junto com a velocidade, o alcance e os benefícios trazidos pelas novas tecnologias. Ao mesmo tempo tornou a dinâmica do mercado muito mais complexa.

Com o avanço dos meios de comunicação, o relacionamento com os consumidores extrapolou as barreiras físicas e estabeleceu um novo paradigma, onde a interação entre as partes exerce um papel fundamental na construção da imagem de uma marca. A psicologia de consumo e os efeitos de rede são fatores essenciais para um posicionamento eficaz nesse contexto.

O consumidor busca hoje uma relação de conveniência com as marcas, que traga benefícios para si ou para as causas que acredita. Para torná-lo fiel, as empresas necessitam investir nessa relação, conectando-se com suas principais características do novo consumidor, das quais elencamos abaixo:

  • Sem tempo
  • Ansioso
  • Defensor de causas
  • Acionável
  • Pesquisador de preço
  • Influenciado por avaliações
  • Multicanal
  • Influenciador

Além de adquirir um produto, o consumidor está ávido por uma boa experiência com as marcas. Quer pertencer e influenciar outras pessoas, obtendo o máximo de benefícios com esse relacionamento, podendo até ser um detrator caso não se sinta satisfeito.

>> Exclusivo para assinantes: Guia para engajar a equipe no processo de transformação digital

É um gerador de conteúdo e está mais do que disposto a se posicionar de uma forma nunca vista. Ele hoje tem o poder de divulgar sua experiência para uma audiência enorme.

Por isso, é cada vez mais importante entender a jornada de compra de seus clientes, que tem início na necessidade, oportunidade e desejo por um determinado produto. Ela passa pela pesquisa e reviews do item e de seu vendedor. Pela decisão de compra, a escolha do canal, leva em conta fatores como custo e tempo de entrega. E segue efetivamente para a compra, a avaliação e se encerra na divulgação de sua experiência.

As marcas devem estar atentas a um novo modelo de relacionamento em que empresas interagem com consumidores, consumidores interagem com empresas, consumidores interagem com consumidores e empresas interagem com empresas. Tudo de forma visível.

Consumidor ativo

Na prática, em um mundo multicanal e hiperconectado, o consumidor deixou de ser um mero espectador. Passou a atuar de forma ativa diante da quantidade de ofertas por sua atenção, valorizando as empresas que se comunicam diretamente com seus objetivos e ideais, onde e quando ele estiver.

O consumidor atual se tornou o protagonista nas histórias de sucesso ou fracasso das marcas e exerce um poder jamais visto. Em contrapartida, marcas que o entendem, tendem a sair na frente dos concorrentes na construção desta parceria essencial para o êxito nos dias de hoje.

Para isso, se tornou essencial que as marcas conheçam seus clientes e construam um relacionamento individualizado com eles, fazendo proveito de ferramentas de inteligência artificial e análise de dados para aumentar a proximidade e a assertividade das ações.

Thiago Miranda artigo inteligência artificial

Thiago Miranda é fundador da VITO.AI,, plataforma de inteligência artificial e machine learning para automatizar processos, encantar clientes, entregar insights para equipes e maiores resultados do negócio. A VITO.AI. oferece serviços como Personalização da Jornada, Automatização de CRM e Precificação Dinâmica até Consultorias.

Leia também: