Liderança em vendas: a arte de conduzir uma equipe

A arte pressupõe a sensibilidade para ultrapassar o óbvio, as características para transcender e ultrapassar aquilo que já foi criado e determinado. O objetivo desse artigo é provocar nos leitores o que chamo de gatilhos para inovar.

Para vender mais e melhor é necessário reinventar a roda, e duas perguntas são fundamentais nesse processo de “reInovar”: O que é preciso para formar um grande líder? O que é preciso para construir uma equipe duradoura? Jorge Paulo Lemann, um dos principais nomes no cenário empresarial do Brasil e do mundo, costuma dizer que gente boa com o estímulo correto faz uma diferença extraordinária.

Porém, tenho percebido uma lacuna entre líderes e suas equipes e vice-versa. A liderança questiona que faltam mais pessoas engajadas e comprometidas. Os liderados, por sua vez, dizem que seus líderes não sabem conduzir o negócio de maneira perene e estimulante.

Roselinde Torres, especialista em liderança, em seu TED Talk apresentou três perguntas que todo líder deve responder para corrigir a sua rota perante os desafios que os negócios apresentam:

1 – Para aonde você está olhando quando o assunto é antecipar mudanças? A resposta dessa pergunta pode ser encontrada quando o líder olha em sua agenda. Quais compromissos você tem estabelecido? O que você está lendo? Para onde tem viajado? Com quem tem conversado e se relacionado?

2 – Qual a variedade da sua rede de suporte pessoal e profissional? Você tem aperfeiçoado suas habilidades para desenvolver relações com pessoas que tenham pensamentos políticos, econômicos e religiosos opostos ao seus? Existe a possibilidade de criar conexões e conduzi-las ao objetivo comum.

3 – Você é corajoso o bastante para abandonar uma prática que o fez bem-sucedido no passado? Líderes que querem engajar uma equipe, ousam ser diferentes e estão dispostos a correr riscos.

A tríade da liderança em vendas

Essas três perguntas me incentivaram a desenvolver a tríade de um líder. A figura ilustra esse pensamento de como um líder deve inovar a sua obra para conseguir engajar a sua equipe com intuito de vender mais e melhor.

 

Gestão: Capacidade de alcançar resultados através dos conhecimentos e habilidades da sua equipe;

Envolvimento: Capacidade de inspirar, motivar e animar a sua equipe;

Controle: Capacidade de acompanhar e atuar na melhoria dos indicadores de resultado da sua equipe;

Na introdução desse artigo disse que o objetivo do conteúdo aqui escrito era despertar gatilhos para inovar. A tríade não apresenta palavras desconhecidas do público, mas sim informações que podem produzir impactos positivos dentro de uma equipe se o líder conseguir aplicá-la.

Não existem fórmulas de sucesso. Cada pessoa tem a possibilidade de ultrapassar o óbvio e escrever a sua grande sacada para vender mais e melhor. Líderes, se vocês não existissem, que falta fariam para a sua equipe?

Alex Horta

Consultor comercial da Unimed Federação Minas.

Contato: alexxhorta@gmail.com