DIRETO DO FRONT: Raul Candeloro entrevista Marco Túlio Mol Pinto, diretor do Grupo Alinutri

Direto do front: entrevistas da VM com empresários e gestores para compartilhar bons movimentos durante a crise

Dando sequência ao nosso quadro de entrevistas com gestores e empresários para você acompanhar em tempo real o que as empresas estão fazendo para se movimentar durante a crise gerada pelo coronavírus (COVID-19), o entrevistado desta semana é Marco Túlio Mol Pinto, diretor do Grupo Alinutri.

A Alinutri é uma fábrica de alimentos para animais, tanto para animais de companhia quanto de produção. A empresa atinge todas as regiões do país, seja por distribuidores ou por venda direta. O time completo de vendas conta com 60 pessoas, sendo 40 vendedores de varejo e outros técnicos e vendedores de grandes contas. Na Alinutri há 22 anos, Marco Túlio é diretor comercial e de marketing. Engenheiro agrônomo por formação, ele tem o desafio constante de levar a equipe para alta performance.

Liderança em tempos de pandemia

O diretor da Alinutri conta que manter o foco canalizado para a solução tem sido crucial durante a pandemia. “Como fica o líder nessa hora que todo mundo quer respostas que você não tem? Você começa a olhar para frente e não existe um cenário concreto. É um cenário todo difuso, que não tem nada além de 3 ou 4 dias para a frente. Então a primeira coisa que fiz para começar a me equilibrar, foi olhar para um prazo mais curto. Quais as medidas, as ações de imediato? E a gente vai trabalhando a cada dia”, conta Marco Túlio.

Outro ponto fundamental neste momento está sendo filtrar as notícias apocalípticas, para poder passar mais tranquilidade para a equipe. Ele enfatiza a importância do líder ajudar a encontrar caminhos para toda a equipe e analisar soluções para todas as regiões em que atuam, ao invés de ficar paralisado com a enxurrada de noticias. “O modelo mental tem que estar direcionado muito para a dor do cliente. Em como ajudar os clientes, com materiais e caminhos”, sinaliza.

Confira a seguir a entrevista completa realizada em vídeoconferência com Raúl Candeloro. E mais: 11 pontos do plano tático de reação à crise:

1. Revisão de atitudes e mindset;
2. Revisão do planejamento;
3. Revisão do modelo de liderança e gestão (incluindo reuniões e comunicação);
4. Revisão dos canais de prospecção, vendas e atendimento a clientes;
5. Revisão de processos: funil de vendas, jornada do cliente, régua de relacionamento;
6. Revisão da carteira de clientes;
7. Revisão de pessoas na equipe;
8. Revisão da remuneração da equipe;
9. Revisão de ferramentas, aplicativos, softwares, equipamentos, infra-estrutura;
10. Revisão de custos;
11. Revisão de indicadores e relatórios.

Clique a seguir e assista na íntegra a entrevista com Marco Túlio: