Crescimento nas vendas do e-commerce durante Black Friday impulsiona Startups de diferentes setores

Veja como a alta na demanda de pedidos promovida pela Black Friday gera efeito positivo para startups de diversos segmentos. Expectativa para a data é movimentar mais de R$6,9 bilhões no Brasil

Startups que prestam serviços essenciais para o e-commerce devem pegar carona nos bons resultados esperados durante a Black Friday 2020. Principal data para o setor, estima-se que a Black Friday deverá movimentar R$ 6,9 bilhões no Brasil.

Plataformas de pagamentos online e de entregas last mile, por exemplo, já se prepararam para atender o aumento de demanda e oferecer suporte aos seus clientes do comércio eletrônico no período que antecede e sucede a data. Neste ano a estimativa para a Black Friday é de crescimento de 77% em relação a 2019, conforme levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

>> Exclusivo para assinantes: 5 ferramentas de CRM que você precisa conhecer antes de definir qual irá utilizar

A logtech Diálogo Logística, especializada em entregas de itens leves nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste,  estima aumentar em cerca de 180% o número de entregas nos dois últimos meses do ano com relação ao mesmo período do ano passado. A maior alta de demanda é esperada para os dias imediatamente posteriores à Black Friday, época que costuma concentrar 65% dos pedidos nos meses de novembro e dezembro. Essa será a sexta vez que a empresa se mobiliza para a data nos estados em que atua, nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste do Brasil.

“Essa expectativa positiva decorre dos investimentos e da preparação feita desde o ano passado durante a alta temporada de vendas no comércio. Desde então, ampliamos o número de clientes e motoristas parceiros e viemos numa crescente alta nos volumes entregues ao longo do ano, muito em função do viés de alta das compras online”, destaca Marcelo Mandelli, gerente de operações da Diálogo.

Também no segmento das logtechs, a Motoboy.com, que efetua cobertura de operações last mile sob duas rodas do país, aposta nas entregas “same day” (realizadas no mesmo dia da compra) como diferencial para atrair clientes na alta temporada de vendas. Presente em mais de 150 cidades de médio e grande porte em todo o território nacional, a companhia estima crescimento de 50% no volume de entregas este ano com relação a última Black Friday.

“Devido ao isolamento social proposto no início da Pandemia de Covid-19 as pessoas voltaram suas atenções para as compras online e esse reflexo deve ser sentido na Black Friday. Por isso, estamos confiantes e preparados para suportar a alta demanda”, sinaliza Jonathan Pirovano, CEO da startup.

Ferramentas visam facilitar pagamentos e mais transparência das transações

No ramo das fintechs, a expectativa para a Black Friday também é muito positiva, ainda mais levando em consideração a crescente popularização dos meios de pagamentos digitais, acelerada pela pandemia. O Asaas, que oferece serviços financeiros focados em micro e pequenos empreendedores por meio de uma conta digital completa e gestão de pagamentos e cobranças, espera dobrar o volume transacionado pela sua plataforma em relação ao ano passado. 

“Estamos com uma campanha de conscientização para que nossos clientes aproveitem a Black Friday para oferecer boas formas de pagamento e aumentar as suas vendas. A nossa projeção é de que eles movimentem um volume total de R$ 2,4 bilhões em pagamentos, o que também irá refletir no nosso crescimento, considerando que a cobrança da maioria dos serviços é feita por transação financeira”, comenta o CEO da fintech, Piero Contezini. Em 2020, o Asaas tem registrado um grande crescimento, passando a atrair 2,5 vezes mais clientes do que antes da pandemia. Atualmente, são cerca de 51 mil usuários na plataforma.

Além disso, companhias de segmentos que não costumavam investir em promoções durante o período também estão apostando na Black Friday este ano. A BRy Tecnologia, especialista em soluções para identificação, registro e formalização digital, é um exemplo disso. A empresa decidiu fazer a BRy November, uma campanha com duas semanas de ofertas exclusivas no BRy Cloud, sua plataforma para assinaturas digitais na nuvem, com garantia de validade jurídica dos documentos. A campanha, que acontece até 4 de dezembro, tem o objetivo de facilitar o acesso a assinaturas digitais de documentos e contratos para profissionais autônomos e empresas.

“As medidas de distanciamento social evidenciaram a necessidade de assinar documentos de forma digital para garantir o funcionamento dos negócios. Entendendo a importância dessa funcionalidade para profissionais autônomos e empresas, decidimos oferecer mais benefícios para facilitar o acesso a quem precisa de um produto seguro e eficiente para isso”, explica Gabriela De Rolt, CMO da BRy.

Leia também: