Como identificar uma loja perfeita

Por Letícia Mathias

O conceito de loja perfeita está diretamente ligado à experiência do comprador no ponto de venda (PDV). Ou seja, não basta atraí-lo à loja, é necessário verificar se o trabalho feito lá está sendo efetivo, de forma que um visitante ocasional vire um cliente fidelizado. Algumas iniciativas como disposição dos produtos e precificação fazem a diferença na motivação da compra, engajamento e fidelização.

Para uma loja ser perfeita, as pessoas devem se sentir completamente à vontade no ambiente de compra, em uma jornada prática, rápida e curta. E para saber se o trabalho no PDV está sendo executado com perfeição é necessário avaliar quatro pilares: presença, preço, ponto extra (posição de destaque fora da gôndola) e share de gôndola (espaço que ocupa na prateleira). Esses pontos são indicadores importantes para que a equipe de trade marketing possa planejar, no backoffice, as ações nas lojas e gerenciar melhor o trabalho em campo, aquele que impacta diretamente o comprador.

Foco no cliente

Indústria e varejo devem trabalhar juntos para as lojas perfeitas funcionarem na prática. E o foco, como em todo trabalho de trade marketing, deve ser o cliente — que é o personagem principal de uma operação. Alguns aspectos a serem considerados são o comportamento dos compradores, o papel de cada categoria e quais promoções são relevantes.

Mensurar esses indicadores de execução também é outro passo fundamental, e a tecnologia pode ser uma grande aliada neste momento. Funcionalidades como o PDV Scoring, do software para gestão de trade marketing Agile Promoter, permitem acompanhar a pontuação e o desempenho de cada loja. Isso dá visibilidade para o trabalho do promotor e o empodera para participar de forma ativa na construção dos resultados da empresa. Para cada tipo de ponto de venda, e dependendo ainda da região onde está inserido, as indústrias precisam operacionalizar uma estratégia diferente. O maior objetivo da ferramenta é mensurar, por meio de dados coletados em campo, o desempenho da estratégia de trade marketing nos pontos de venda. Assim, é possível comparar a pontuação obtida em relação à ideal definida.

A loja perfeita, então, é um ponto de venda sem falhas, que entregue a melhor experiência de compra para o consumidor e, consequentemente, os melhores resultados para o varejo e indústria. Produtos bem posicionados, atendimento de qualidade e preços colocados no lugar certo são fatores fundamentais para a sua existência.


Letícia Mathias é conteudista na Involves, empresa de tecnologia para trade marketing. Dentre as soluções ofertadas, está o Agile Promoter, que visa ajudar clientes a aumentarem a visibilidade e disponibilidade de seus produtos no ponto de venda, melhorando a gestão da equipe de campo com uma tecnologia modelo SaaS. Saiba mais em: agilepromoter.com

Leia também: