Como fazer sua empresa decolar?

Mude o foco para o desenvolvimento dos seus funcionários e deixe a concorrência para trás.

Imagine um mundo onde os melhores talentos do mercado batem a sua porta procurando emprego todos os dias. Alguns aceitam trabalhar até ganhando um pouco menos do que na concorrência. Onde seus funcionários são realmente comprometidos, trabalham completamente motivados e são apaixonados pelo que fazem. Onde o seu atendimento encanta e surpreende tanto os consumidores que seus próprios clientes passam a fazer propaganda gratuita da sua empresa. Onde todos percebem que o trabalho que realizam realmente está fazendo a diferença no mundo.

Nem precisa concluir que neste cenário maravilhoso os lucros não param de crescer e esta empresa está sempre cheia de clientes cada vez mais leais a sua marca.

Voltando à realidade. Este mundo maravilhoso existe aqui mesmo na terra e é perfeitamente possível para sua empresa. Seja ela de qualquer tamanho e esteja ela em qualquer lugar do mundo, inclusive em Santarém. O paraíso descrito acima já é realidade nas empresas mais admiradas do planeta como a Disney Company, Starbucks, a maior rede de cafeteria americana, na Ambev, na Natura e na Fiat entre várias outras. Perceba que todos são líderes em seus segmentos.

Como estas empresas conseguem? Elas investem muito acima da média do mercado em treinamento e desenvolvimento de pessoas e isso faz toda a diferença. Há inclusive um estudo da ASTD – Associação Americana de T&D que comprova. Enquanto a média das empresas norte americanas investe em torno 3% da folha de pagamento, as empresas que se destacam investem acima de 6%. E você, quanto está investindo em treinamento e desenvolvimento do seu pessoal? Faça a conta, não importa o tamanho da sua empresa. Pegue seu pró-labore e some a folha de funcionários mais encargos (salários x 1,8) e multiplique por 6%. O resultado é o valor que as empresas líderes de mercado investem em treinamento e desenvolvimento.

Investir pouco ou não investir nessa área tem um grave complicador no Brasil e principalmente em nossa região: o baixo nível da educação. Quase metade da população (47%) tem apenas o nível básico de alfabetismo segundo pesquisa do Instituto Montenegro. Isso significa que o brasileiro não consegue interpretar textos longos nem tirar conclusões deles, além de ter dificuldades em operações matemáticas mais complexas, mesmo entre os universitários.

A consequência é a dificuldade na seleção de pessoas. Segundo a Manpower, empresa especializada na área, para preencher uma vaga de emprego no Brasil são necessários o dobro do tempo e o triplo de candidatos.

Ou seja, se no resto do mundo investir na educação dos funcionários já é imprescindível, no Brasil e em nossa região, devido à defasagem da educação, é uma questão de vida ou morte de qualquer negócio. Porém, o retorno é compensador. Basta conhecer a história das grandes companhias para descobrir que foi o investimento em pessoas que as levaram à liderança e não o inverso. Há mais de 40 anos Walt Disney já dizia “Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade”.

A verdade é dura, porém precisa ser dita. Se você não está satisfeito com os resultados da sua empresa, tenha 100% de certeza que não está investindo o que deveria no desenvolvimento de seus colaboradores. A média brasileira é de 4% da folha de funcionários. Disponibilizar um valor fixo ao mês para treinamento e desenvolvimento já deixou de ser custo para se tornar investimento dos mais lucrativos. Segundo a Gallup, funcionários que percebem em seu ambiente de trabalho que estão constantemente aprendendo são mais produtivos e motivados, atendem melhor, faltam menos ao trabalho e sofrem menos acidentes.

E o valor do investimento em educação pode vir apenas da mudança de foco. Você já parou para pensar quanto tem investido em estoque, estrutura, imóveis, equipamentos, veículos, computadores e sistemas na sua empresa? Se fizer a conta, irá se surpreender. Mesmo as menores empresas de Santarém possuem facilmente mais de R$200.000,00 investidos. Muitas ultrapassam os milhões. E todo esse investimento vai por água abaixo quando um único funcionário deixa de encantar o cliente que acabou de entrou na sua empresa. E como isso acontece. Segundo a US News and World Report, as empresas perdem de 20% a 50% dos clientes por ano e o principal motivo (68%) é devido ao atendimento.

É importante que se diga que investir em pessoas não é um trabalho fácil ou simples. Não há mágicas ou milagres e os resultados não aparecem da noite para o dia. Porém o que comprovam as empresas mais admiradas do planeta é que ao longo do tempo é a estratégia mais recompensadora e lucrativa. A única que realmente pode diferenciar seus produtos da concorrência e transformar a sua empresa num paraíso para funcionários e clientes.


Giovanni Mileo – Consultor e escritor, especialista em desenvolvimento de pessoas. Atende empresas como Avon, Tramontina, Vivo, Tim, Ortobom, PDG, Grupo CR, TV Tapajós, entre outras. e-mail: giovannimileo@hotmail.com Canal: www.youtube.com/user/giovannimileotube