Cazamba: como melhorar o engajamento de sua marca por meio de anúncios digitais

As formas das marcas se comunicarem mudaram muito nos últimos anos, e continuam mudando, dia após dia. A internet ganhou muita importância para o engajamento das empresas com seus consumidores. Buscar estratégias para impactar os consumidores na internet se faz necessário, sendo que cada produto precisa de uma estratégica única.

A Cazamba é uma empresa de tecnologia em mídia, fundada em 2013, referência na área de inovação no engajamento entre marcas e consumidores, que se propõe a auxiliar as empresas por meio de anúncios digitais em diferentes formatos.

Recentemente a empresa conquistou o terceiro lugar no ranking da Comscore, nas categorias rede de display e vídeo. O CEO da Cazamba, Victor Canô, conta a seguir dicas para investir de forma certeira em anúncios digitais:

O que é que vocês oferecem exatamente na Cazamba? Como funciona?

O posicionamento da Cazamba no mercado é fornecer para nossos clientes e parceiros uma oportunidade de ter um impacto e um engajamento maior com o usuário. Para que eles possam mostrar os atributos e benefícios do produto, da melhor e mais criativa forma possível. Diferente das publicidades usuais, conseguimos altas taxas de engajamento com um conteúdo único, pensado para vender o produto.

Victor Canô: CEO Cazamba

Como a Cazamba pode ajudar uma empresa a vender mais e melhor? Ou a controlar melhor seus custos de vendas?

Quanto maior a quantidade de informação que o usuário tem sobre seu produto, melhor será suas chances de converter aquele cliente. Acreditamos nisso, e nossos formatos e nosso modelo comercial refletem isso. Colocamos o produto das marcas na frente do público-alvo, e permitimos que elas mostrem os benefícios do produto. Acreditamos que isso seja uma oferta única e excepcional para as marcas.

Você poderia nos dar um exemplo prático?

Imagine a compra de um carro. O usuário – antes de comprar – pesquisa preço, olha concorrentes e sites especializados. Nesse processo, conseguimos identificar esse usuário e impactá-lo com o produto, permitindo que a marca abra uma conversa com ele. O próximo passo é mostrar a ele todos os benefícios técnicos, de conforto ou até de força, usando a forma de publicidade da Cazamba.

Que tipo de empresa pode se beneficiar deste tipo de serviço?

Nossos clientes são de todos os setores da economia ativa. Mostramos resultados relevantes para todos os tipos de indústria.

Da mesma forma, que tipo de situação a Cazamba não se propõe a resolver?

Acreditamos não sermos uma mídia de retargeting. Também não funcionamos bem sem um criativo pensado para nossa oportunidade.

Quais são os erros mais comuns que você vê as empresas cometendo em relação a este assunto específico ou nesta área em que a Cazamba se propõe a ajudar?

A mídia digital pode ser muito chata, com várias publicidades te seguindo, mostrando produtos que você já comprou ou que não quer mais comprar. Esses produtos que te “seguem” só atrapalham a experiência do usuário e criam uma percepção ruim para as marcas. Outro grande erro é não entender o público-alvo, customizar a mensagem e também o criativo para ele.

Dessa lista de erros, qual você considera o mais grave? Por quê?

As marcas sofrem muito com a percepção negativa que uma publicidade malfeita pode ter. Muitas vezes, elas nem tem como ter controle sobre isso. Uma publicidade malfeita, intrusiva e forçada tem o efeito reverso do que a publicidade deveria ter, pois cria um repulso a marca.

Imagine que uma empresa está preocupada em implantar melhorias em relação a este assunto. Por onde começar? De maneira sucinta e objetiva, quais as principais recomendações?

Primeiramente deve entender o(s) público(s)-alvo(s) e pensar sobre como podem ser relevantes para essa fatia dos consumidores. Dependendo do produto, você pode ter targets amplos, mas é importante criar uma estratégia de marca, para conversar com esse público, talvez até separadamente.

A partir dessa estratégia, deve definir os objetivos mais importantes para a empresa. Lembre-se que muitas vezes esse objetivo não é diretamente o aumento de vendas. O objetivo inicial pode ser explicar melhor o produto, ou até o lançamento do produto. Nesses casos, as vendas serão consequência.

Ao implementar a tática, deve-se lembrar de mensurar tudo com muita precisão, e ir otimizando o rumo do resultado.

Qual seu diferencial em relação a outros possíveis concorrentes? Por que vocês são diferentes?

Hoje somos grandes parceiros de marcas e agências, que querem fazer algo novo nesse espaço. Trabalhamos em conjunto com nossos clientes, para que, por meio da nossa experiência, consigamos pensar em algo que possa ser inovador e diferente para o mercado. Acreditamos que somos uma alternativa para a criatividade e restrição dos banners de mercado no meio digital.

Com tanta experiência na área, quais dicas ou informações você vê sendo dadas pela mídia sobre esse assunto com as quais claramente não concorda?

Acreditamos que existe momento e oportunidade para várias mídias e empresas. O cliente, junto com sua agência, deve pensar o que está alinhado com seu objetivo. Esse mercado é muito novo, e como os jornalistas, ainda estamos aprendendo sobre novas tecnologias e empresas. Nesse processo, é normal dar muita atenção para um assunto, levando o mercado a adotar determinadas decisões sem um estudo prévio. Esse processo é prejudicial para todos, mas entendemos que faz parte da evolução desse mercado cheio de novidades.

Onde uma pessoa que quiser saber mais sobre a Cazamba pode encontrar informações e tirar dúvidas?

A melhor forma é entrando em contato conosco. Muitas vezes nossos formatos falam por si só. Hoje temos um grande time de vendas que pode ajudar a entender como usar melhor os produtos da Cazamba, e como encaixar essa oportunidade dentro da estratégia de negócio da sua empresa.

Algum último comentário que queira fazer para os leitores da VendaMais?

Hoje vemos uma corrida muito grande para a performance, e sobre o retorne de investimento de curto prazo. Muitos profissionais acabam trocando a geração de valor pela receita do trimestre. Muitas vezes, é o necessário e deve ser feito. Porém, as marcas devem sempre pensar no longo prazo, e como querem ser percebidas pelos clientes. Fazer uma venda hoje, dando desconto e achatando a margem, talvez seja o mais fácil. O difícil é fazer com que ele volte a comprar com você, e recomende você para outras pessoas. Nesse momento, você estará gerando real valor para sua empresa.

Para saber mais

Site: http://www.cazamba.com/

Facebook: https://www.facebook.com/CazambaAds

Leia também: