BRANDING A Marca Vende

A força de uma marca funciona como um vento que sopra em um veleiro. Se uma marca for fraca é como se estivéssemos navegando em um mar com pouco vento, ou seja, temos que remar e remar para chegarmos ao nosso destino.

Uma vida inteira se passa e o que fica na memória das pessoas é a imagem que elas tem a seu respeito. Imagem formada pela sucessiva sobreposição de percepções. Na verdade a realidade que realmente vale é a percepção, e não a realidade em si mesma. O seu valor é o que está em jogo.

O que vale a pena? Quanto vale? Por que tem esse valor?

Somos seres sociais com valores arquetípicos profundamente ligados à confiança, credibilidade e à forma de se manifestar, de se comunicar.

As marcas que comunicam produtos de confiança, que passam uma imagem de credibilidade, definem vantagens significativas de valor a seu favor.

O que as pessoas compram é sua imagem, não o seu planejamento estratégico.

A imagem de uma marca é a síntese percebida da gestão do negócio, portanto, cada detalhe do dia a dia do negócio conta. Tudo comunica. Tudo fala.

Vivemos na era do produto ampliado. A experiência toda vivida com um produto está em jogo na definição de sua compra. Através de plataformas multissensoriais o produto é alavancado e transformado em desejo. O desejo cria valor. Altera a percepção sobre o preço.

Uma marca atraente é aquela que gera um importante significado de valor na mente do consumidor e que justifica a sua preferência.

Uma gestão competente e atenta a todos os detalhes cria uma onda de propagação que nasce dentro da empresa e pode se projetar por todo o mundo.

A marca forte vende melhor. Tem maior poder de persuasão, convence mais rápido. Tem maior valor, o chamado premium price, o que garante melhores margens de lucros. Alavanca o poder de venda do produto indo muito além dos seus atributos funcionais.

A força de uma marca funciona como um vento que sopra em um veleiro. Se uma marca fraca é como se estivéssemos navegando em um mar com pouco vento, ou seja, temos que remar e remar para chegarmos ao nosso destino.

Com uma marca forte temos uma espécie de turbina que “sopra vento” para as vendas, facilitando o trabalho da área comercial, aliviando o esforço de vendas.

Por tudo isso podemos ter a certeza de que a marca vende.


Nenê Guimarães – Sócio da G8 Branding e Design. Consultor e Palestrante em Gestão de Marcas – www.g8design.com.br