Brand experience: foco na experiência do público-alvo para vender mais

Entenda como a tecnologia pode auxiliar a sua empresa a gerar uma maior interação com o público-alvo. E mais: saiba quando o investimento em brand experience pode alavancar suas vendas

Uma marca de óculos desejava ir até o seu público-alvo para expor as novidades. Para isso, contratou uma empresa especializada em brand experience para detectar onde estava o público desejado. O objetivo? Gerar uma maior interação com os novos produtos.

Assim surgiu o espaço interativo da Oakley no último Ironman, evento realizado este ano em Florianópolis. Para o evento, a empresa contratada Infracommerce produziu um mix entre pop-up store e brand experience. No estande cuidadosamente montado, os visitantes tiveram a oportunidade de experimentar óculos de realidade virtual. E assim vivenciaram um ambiente virtual no qual puderam entender os benefícios das diferentes tecnologias de lentes.

A empresa também foi responsável por personalizar toda a estrutura do e-commerce e adaptá-la para a venda física. Aproveitou assim toda a tecnologia eficiente já existente no ambiente online para o offline. O resultado impactou centena de pessoas no evento, trazendo a atenção tanto de quem já conhecia a marca, quanto de novos consumidores em potencial. Mas foi além: aprofundou a experiência com o produto.

Uma experiência semelhante poderia alavancar as vendas da sua empresa? Para ajudá-lo a encontrar esta resposta, Raul Candeloro entrevistou a gerente de client service da Infracommerce, Samantha Schwarz. Confira a seguir os benefícios e desafios de investir em brand experience:Infracommerce: Samantha Schwarz, Gerente de Client Service

Como funciona a brand experience?

Brand experience é uma experiência com determinado produto ou serviço que esteja totalmente ligado às mensagens e conceitos que uma marca quer passar, por meio de uma experiência direta com este produto ou serviço. Na Infracommerce, iniciamos nossas operações dentro do espectro do e-commerce, sendo um full service para as empresas que querem ter lojas virtuais. Oferecemos expertise e todos os processos necessários para colocar a sua loja virtual no ar. Hoje, já extrapolamos o conceito de operação de full service no e-commerce. Atuamos como uma solução digital também nos pontos de venda desses nossos clientes, levando experiências baseadas no digital. Nosso maior desafio é conseguir passar pelo e-commerce todo o conceito, tanto de produto, quanto de marca, para o consumidor.

Poderia dar exemplos práticos de como isso pode ajudar uma empresa a vender mais e a atender melhor seus clientes?

Nas edições de 2016 e 2017 do Lollapalooza ativamos um quiosque de experimentação de modelos de óculos da Ray Ban. Nele o público podia experimentar o produto de várias formas, além de fazer a compra online. Recentemente também atuamos na edição do Ironman em Santa Catarina, quando operamos um estande da Oakley. Lá os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer e adquirir os últimos lançamentos da marca voltados para performance e lifestyle. Eles também puderam experimentar óculos de realidade virtual e ter capacetes personalizados por um artista plástico.

Que tipo de empresa pode se beneficiar deste produto/serviço?

As experiências com marcas hoje podem beneficiar uma infinidade de empresas que queiram cativar seus públicos. Ainda mais com a junção do online e do offline. Nós na Infracommerce trabalhamos cada vez mais sob este conceito, tanto dentro dos e-commerces, quanto nas ativações que fazemos em pontos de venda. Claro que isso só é proposto e implementado através de avaliação e estudo, mas hoje estamos bastante animados que fará cada vez mais parte do cotidiano. Estamos levando um conceito que estava restrito a grandes eventos para o dia a dia das pessoas. O mundo é mesmo cada vez mais digital.

E que tipo de situação seu produto/serviço NÃO se propõe a resolver?

Não diria que solucionamos problemas, mas sim agregamos valor e força às marcas e empresas que estão diretamente interessadas em aumento de vendas. Empresas que buscam tanto via e-commerce, quanto em locais físicos, proporcionar uma experiência com seu público. Isso pode acontecer em lojas, eventos ou mesmo na rua. O que não se pode esperar é que algo fora de um planejamento estratégico possa render resultados. Por isso, nossa equipe está totalmente empenhada em buscar soluções que tenham razões para serem realizadas, diretamente ligadas às intenções e metas das empresas que buscam contratar nossos serviços.

Quais são os erros mais comuns que você vê as empresas cometendo em relação a brand experience?

No fundo, tudo dá certo quando os elos estão casados. A execução de uma ação de brand experience é somente o último passo. O planejamento prévio é fundamental e é isso que nossas equipes se propõem quando realizamos algo desse tipo junto com nossos clientes.

Qual você considera o erro mais grave em brand experience? Por quê?

Sem dúvida o foco em um resultado incoerente com a proposta de produto ou serviço é o que acaba deixando uma ação sem os efeitos desejados. Precisamos primeiro saber o que queremos, só depois é que damos continuidade e nosso time é expert em apontar isso.

Uma empresa que está preocupada em implantar melhorias em relação a brand experience deve começar por onde? De maneira sucinta e objetiva, quais as principais recomendações?

Nós percebemos que uma empresa busca uma brand experience para promover suas novidades e se comunicar com seu público de forma direta. Então, se começa sabendo quem é e o que quer esse público. Com isso, é meio caminho andado. Depois, é entender bem do seu produto. O restante é procurar uma empresa que tenha expertise de ativações para poder operacionalizar essa experiência com a marca ou montar um e-commerce vencedor. Algo que nós fazemos todos os dias.

e-commerce brand experience

Qual o seu diferencial em relação a outros possíveis concorrentes? Por que vocês são diferentes?

Pelo fato de termos nascido como digitais e estarmos inteiramente cientes de comportamentos do mundo digital, em especial no e-commerce, isso nos faz extrapolar as experiências tanto on, quanto offline.

Quais dicas ou informações você vê sendo dadas pela mídia sobre esse assunto com as quais claramente não concorda?

Ainda há muito desconhecimento e se enxerga brand experience somente em sua parte de entretenimento. O grande diferencial que damos aos nossos clientes são os resultados que essas ações trazem em termos de venda. Muito mais do que esse olhar de entretenimento ou apenas imagens bonitas, no final do dia o que se quer medir de ações como essas são os resultados. E também a satisfação do cliente com a experiência.

Para saber mais 

Acesse: http://www.infracommerce.com.br/

Quer mais dicas de tecnologia para vendas? Confira também: