7 dicas de especialistas para vender mais na Black Friday

A Black Friday acontece este ano no dia 24 de novembro e as perspectivas são muito positivas para o varejo online. De acordo com um levantamento feito pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), estima-se que o e-commerce terá crescimento de 12% este ano em comparação com 2016. Já o faturamento está previsto para R$ 59,9 bilhões. Prepare-se para este aumento no fluxo de visitantes nas lojas virtuais. Quer vender ainda mais na Black Friday? Então coloque em prática estas 7 dicas:

1. Funcionalidade e ótima performance

Para Alfredo Soares, CEO da Xtech Commerce, as plataformas de e-commerce precisam ter estabilidade, ótima performance e alta velocidade no carregamento das páginas.

2. Segurança durante as compras

Segundo Tom Canabarro, co-fundador da Konduto, é necessário ter cuidado com a segurança durante as compras. Com o aumento das vendas, as lojas virtuais estão mais propensas a sofrer ações de criminosos virtuais ao realizar compras com cartões de crédito clonados.

3. Garanta comentários positivos

Outro ponto importante são os comentários postados nas lojas virtuais. “Com o uso deles, os e-commerces conseguem melhorar as suas vendas, já que a maioria dos consumidores procura consultar as opiniões dos outros clientes antes de finalizar a compra”, ressalta Tatiana Pezoa, CEO da Trustvox, primeira e única certificadora de reviews no Brasil.

4. Utilize vídeos online

Como estratégia de marketing podemos destacar também os vídeos online, pois eles estão ganhando cada vez mais espaço. “Por este motivo, investir em vídeos online pode ser uma ótima forma de ampliar suas vendas, fidelizar seu público, comunicar-se com colaboradores e clientes de uma forma mais clara, rápida, eficaz e ainda continuar faturando”. A dica é de Pedro Filizzola, CMO da Samba Tech.

5. Faça anúncios digitais diferenciados

De acordo com o Victor Canô, CEO da Cazambaa utilização de anúncios digitais em formatos diferenciados tem sido uma ótima ferramenta para atrair a atenção dos consumidores e aumentar as vendas.

6. On Demand Commerce

Para ser mais assertivo em datas comemorativas do varejo online, é necessário apostar no On Demand Commerce. “Similar ao drop shopping, o e-commerce sob demanda possibilita com que as pessoas vendam produtos personalizados exclusivos mesmo sem ter o produto em estoque, com um diferencial de vender produtos criados por você mesmo para evitar que haja problema com fornecedor, logística ou baixa qualidade dos produtos”, comenta Vinícius Andrade, CEO e co-fundador da Vesteer.

7. Automatize a operação financeira

Por fim, devido a grande movimentação no varejo eletrônico, é preciso tornar fácil, rápida e intuitiva a compra pela internet. “As empresas buscam cada vez mais ferramentas que facilitem a operação de compra e proporcionem uma experiência de compra confortável”, finaliza Patrick Negri, CEO e co-fundador da iugu.

Para saber mais

  • Xtech Commerce: plataforma de e-commerce e marketing para pequenas e médias empresas e startups
  • Konduto: empresa que oferece uma solução antifraude inovadora para lojas virtuais
  • Trustvox: primeira e única certificadora de reviews no Brasil, que atua com o propósito de tornar a sinceridade padrão de mercado no e-commerce.
  • Samba Tech: pioneira na distribuição de vídeos online na América Latina.
  • Cazamba: empresa de tecnologia em mídia, referência em inovação no engajamento de marcas com seus consumidores no meio digital.
  • Vesteer: maior plataforma de criação, venda e distribuição de produtos personalizados em todo o Brasil.
  • iugu: plataforma de automação financeira.

Leia também: