20 coisas que você precisa saber sobre Inside Sales no Brasil

***
Atenção!
Abrimos as inscrições para o Alta Performance em Vendas.
Curso online de 10 semanas, cobrindo todos os passos da venda.
Ideal para treinamento de equipes AONDE ESTIVEREM.
Mais informações: www.institutovendamais.com.br/curso/apv-alta-performance-em-vendas/
***

Ontem tive o prazer de fazer uma vídeo-entrevista com o Diego Cordovez, da Meetime (www.meetime.com.br), sobre a pesquisa que fizeram sobre Inside Sales no Brasil, onde Diego pontuou os principais pontos que lhe chamaram mais a atenção ao fazer o fechamento e analisar os resultados.

A entrevista está disponível na íntegra para assinantes da Premium VM (https://premium.vendamais.com.br/) . Se você ainda não é assinante, nessa mesma página você já pode fazer sua assinatura e acessar todo o material disponível.

Revisando os 80 slides da pesquisa, fiz um resumo rápido das principais conclusões. Veja que interessante e se pode lhe ajudar como referência.

1) Panorama 2021: mesmo com pandemia, lock downs, etc., em termos de faturamento a área comercial está bastante otimista. 83% vê um cenário de crescimento e apenas 2% um cenário negativo, de decréscimo (lembrando que em 2020, na mesma pesquisa, 90% das empresas entrevistadas tinha visão de crescimento, o que já significa um ajuste).

2) Turnover médio das equipes de inside sales no BR, de acordo com a pesquisa, é de 55%/ano. O que significa quase que troca completa da equipe em menos de 2 anos.

3) 16% das empresas não sabe quanto tempo leva entre um lead solicitar um contato e um/a vendedor/a realmente efetivar esse contato.

4) 10% das empresas consegue efetuar essa atividade em menos de 5’, 11% de 5 a 10 minutos, 26% entre 10’ e uma hora. Ou seja, o mercado está claramente ficando cada vez mais ágil e rápido nesse processo.

5) 51% das empresas faz entre 1 e 5 tentativas de contato com leads antes de desistir.

6) Estudos da própria Meetime mostram que 79% dos leads são ganhos até o 5º contato, mas o ponto ideal , com 93% são 9 contatos.

7) CRMs mais frequentemente citados na pesquisa: Pipedrive, Hubspot, não usa (10%), RD Station, próprio, Salesforce, Nectar, Agendor, Bitrix24, Funil de Vendas.

Assunto interessante, pois vamos lançar em breve um marketplace na VendaMais focado justamente em salestech e vários desses CRMs serão parceiros no lançamento. Assim que tiver mais novidades sobre isso prometo avisar.

Inclusive, um ponto importante que o Diego falou durante a entrevista, e com o qual concordo 100%, é que primeiro você precisa definir claramente seu modelo/processo de vendas e DEPOIS é que vai buscar tecnologia/software/aplicativo.

Tecnologia ajuda a você fazer melhor o que já está sendo feito. Se o que está sendo feito não é eficiente, então não é o software que vai salvar a situação. Pelo contrário, só vai deixar as falhas mais evidentes.

***
E por falar em modelo de vendas… pausa rápida para comerciais.
Próxima turma do Alta Performance em Vendas começa dia 05 de Abril.
Reveja com sua equipe comercial todos os passos da venda, como fazer para melhorá-los e colocá-los imediatamente em prática.
Mais informações: www.institutovendamais.com.br
***

8) Em média um/a SDR aborda 91 leads por mês sem software específico de apoio. Usando Meetime, por exemplo, esse número salta para 123, demonstrando o ROI de investir em tecnologia na busca de eficiência das atividades comerciais.

9) Taxa de conversão de lead para oportunidade é de 31%, na média, para inbound e de 17% para outbound. Reforçando que é MÉDIA das mais de 200 empresas/operações pesquisadas.

10) A média de negócios e oportunidades/mês no funil de um/a vendedor/a é de 24 ‘deals’.

11) Operações pesquisadas levam, em média, 48 dias para efetivar uma venda.

12) Salário-base (fixo) do/a vendedor/a é hoje de R$ 3604,12. Esse número aumenta ou diminui de acordo com ticket médio das vendas e também por região do Brasil (Sudeste é o que tem salários mais altos).

13) Salário-base de SDRs é de R$ 2282,88, também variando conforme ticket médio ou região (detalhe interessante – para SDRs região Centro-Oeste é a que melhor remunera a posição).

14) Juntando essas duas informações, chega-se à conclusão que, em média, um SDR recebe 63% do salário de um vendedor. Nos EUA essa média é de 61%, bem parecida com BR.

15) SDRs são geralmente comissionados por vendas fechadas, mas existem outros modelos (oportunidades aceitas pela equipe de vendas, reuniões realizadas, reuniões agendadas).

16) 59% das empresas faz reuniões de forecasting e, desses 59%, a maior parte (51%) faz a reunião semanal. A segunda mais comum é mensal (21%) e depois quinzenal (12%). Só 5% faz reunião de forecasting diário e algumas delas (1%) só fazem anual (o que para mim, hoje em dia e dadas as condições de mercado, precisa ser imediatamente revisado).

17) TAM: percentual de vendedores que atingem a meta.

  • 0 a 20%: 28%
  • 21 a 40%: 15%
  • 41 a 60%: 15%
  • 61 a 80%: 23%
  • 81 a 100%: 19%

Não aparece na pesquisa mais de 100%, o que seria uma informação interessante de incluir nas próximas pesquisas… quantos vendedores SUPERAM a meta?

De qualquer forma, aqui já tem muita coisa interessante. 43% das empresas tem 40% ou menos da equipe batendo a meta. Tem algo de muito errado aqui. O que será que pode estar acontecendo? A lista é grande…

18) Nos EUA vendedores dentro da meta a média é 65%. No BR 49%.

19) Dois fatores que influenciam fortemente o batimento de metas, de acordo com a pesquisa:

  • Se faz reuniões de forecasting
  • Turnover na equipe (quanto menos, melhor).

20) Empresas que atingem a meta 6 meses ou mais do ano tem, em média, 23% de turnover a menos do que empresas que não batem a meta pelo menos 6x no ano.

A pesquisa tem várias outras conclusões interessantes, por isso recomendo que você baixe e dê uma olhada com calma.

Use este link para fazer o download da pesquisa completa: https://materiais.meetime.com.br/inside-sales-benchmark-brasil

E você?

De tudo isso que resumi acima, o que mais lhe chama a atenção? Algo em especial que lhe fez parar para pensar?

Vendas claramente está indo para uma busca de melhoria contínua e eficiência e pesquisas sérias e aprofundadas como essa da Meetime servem como excelente bússola para direcionar seu planejamento e revisar o que está sendo feito.

Parabéns à Meetime e obrigado especial ao Diego por todas as informações compartilhadas.

Lembrando que a entrevista completa com o Diego está disponível na Premium VM (premium.vendamais.com.br).

Abraço, boa semana e boa$ venda$,

Raul Candeloro
Diretor

P.S. Inscrições para o curso online Alta Performance em Vendas abriram! O curso de vendas que mais formou vendedores no Brasil. Você pode fazer inscrição individual ou, melhor ainda, fazer uma inscrição em grupo e treinar seu time inteiro. Organizamos também turmas fechadas, in company. Caso tenha interesse em receber uma proposta sobre como treinar sua equipe de vendas online, onde sua equipe estiver (escritório, home office, híbrido), entre em contato com Jean (jean@vendamais.com.br) ou com a Meire (meire@vendamais.com.br). Informações completas sobre o curso você encontra aqui: www.institutovendamais.com.br/curso/apv-alta-performance-em-vendas/