10 dicas para diminuir stress e tensão no Natal

Natal é tempo de paz e reflexão, mas é também tempo de stress e tensão para muita gente. Principalmente para quem trabalha com vendas.

Hoje então vou aproveitar para dar algumas dicas sobre como diminuir esse stress.

10 dicas para diminuir stress e tensão no Natal:

  1. Ao final do dia, faça uma lista de todas as suas pendências. Chamo isso de ‘Borboletas Mentais’ e é um trabalho que fazemos tanto no módulo de Planejamento do APV – Alta Performance em Vendas quanto no de Administração do Tempo para Líderes do GEC – Gestão de Equipes Comerciais. Terminar o dia fazendo uma lista de pendências faz com que você durma muito melhor. Faça o exercício e comprove.
  2. Ao final do dia, comemore suas pequenas vitórias e faça uma lista de coisas para agradecer. Acredito que comemoramos e agradecemos pouco hoje em dia. Uma maneira simples de mudar isso é comprar um caderno (ou, se você tem uma Agenda VendaMais, anote na sua agenda) 3 coisas para agradecer diariamente. Esse exercício tem uma série de benefícios – recomendo.
  3. Tente ir dormir mais cedo. Sei que é mais fácil falar do que fazer isso (por exemplo, estou escrevendo este texto a uma da manhã), mas dormir cedo é fundamental por que você acorda mais descansado e também por que permite que você comece o dia com energia e sem se atrasar. Atrasos de manhã, logo cedo, são uma grande causa de stress e depois fica difícil acertar o passo. Então desligue o computador, a TV, o celular e vá dormir 15 minutos mais cedo. Seu corpo, seu cérebro (e todo mundo à sua volta, que depois não aguenta seu mau humor hand) realmente agradecem.
  4. Ajude alguém: Sim, parece um contrassenso, mas diversos estudos mostram que o ser humano tem uma grande sensação de conforto e bem-estar quando ajuda alguém. Então mesmo que esteja corrido e atarefado, lembre-se de ajudar aos outros. E de ser gentil, o que nos leva ao próximo item.
  5. Lembre-se de ser gentil: Gentileza é outra característica que parece estar se perdendo hoje em dia. Principalmente com todo mundo correndo para cá e para lá, muito ocupado com algo extremamente importante, urgente, prioritário. Na verdade, nada é tão importante que faça com que você perca a paciência ou, pior ainda, a educação. É nas horas de tensão que realmente descobrimos quem é cavalheiro, quem é dama e quem é cavalo mesmo. Seja gentil!
  6. Respire fundo: Este exercício ajuda de duas formas: a reconhecer sua própria tensão e a liberar essa tensão. Respire fundo, prenda a respiração, conte até 3 e solte lentamente o ar dos pulmões. Você imediatamente vai sentir o resultado positivo. Faça isso várias vezes durante o dia. Parece simples demais? Experimente: funciona.
  7. Coma com calma!!! Mastigue direito. Sinta o gosto da comida. Coma comida de verdade, não fast-lixo. Não coma sozinho. Não tente quebrar o recorde de garfadas de comida por segundo. Hora do almoço, lanches e jantar são momentos para relaxar e recarregar as baterias, não pit-stops para se entupir de açúcar e gordura. Depois o corpo não aguenta, a pessoa perde o foco, o humor, a produtividade fica oscilando, e a pessoa não sabe o porquê. Coma com calma! E beba água!
  8. Ache um jeito de ‘desligar’. Ao final de um dia frenético e agitado, você precisa achar um jeito de desligar o turbo, reduzir da 5ª marcha para 1ª, e diminuir o ritmo e a tensão. Pode ser um banho quente e um pouco mais longo, pode ser um chá de camomila (tomado com calma, obviamente), pode ser uma sessão leve de alongamentos, pode ser ouvindo música tranquila, pode ser meditando, orando… cada um tem seu jeito. Mas é fundamental ter um ritual de desligamento pré-sono. Ficar até 1:30 assistindo o Jô, desligar a TV e ir dormir não vale.
  9. Tente antecipar suas compras de presentes de Natal: Faça uma lista de todo mundo que você quer presentear e comece a comprar o mais cedo possível os presentes. Organize-se para terminar tudo até no máximo dia 15/12. Depois divirta-se vendo o desespero dos atrasados que não se planejaram e deixaram tudo para a última hora. Shoppings entupidos, lojas lotadas? Aproveite para vender muito. Mas para comprar… melhor com tranquilidade. E para isso você precisa se planejar e se antecipar.
  10. Assine a VendaMais e coloque em prática nosso check-list do Special Report de Natal! Hehehe… Não podia deixar passar a oportunidade. Assinantes recebem gratuitamente, como brinde, o Special Report com um check-list incrível sobre como aproveitar melhor as oportunidades de Natal. Quem ainda não é assinante e quer ter acesso a esse material, é só clicar aqui: www.editoraquantum.com.br

E você, que dica daria para diminuir o stress ou tensão pela correria do Natal? Eu já ajudei com as minhas dicas. Qual a sua?

Abraço e boa$ venda$,
Raúl Candeloro

Artigo da semana

Reflexões

Por Willian Marinho

Nesta época do ano a tendência natural das pessoas é de se tornarem mais reflexivas, pensativas em sua situação, sentimentos, família, e é claro, tudo isto reflete no comportamento individual e de posição em relação ao trabalho.

Como a ambição pela compra se torna mais aflorada, as pessoas tendem a refletir também sobre sua satisfação em relação ao resultado de seu trabalho, como salário e suas consequências sociais. Neste momento, antes mesmo de qualquer campanha, as empresas devem pensar mesmo no principal tema do momento que é a motivação do seu funcionário e colaborador.

No meu entender, os incentivos deveriam ser diretamente ligados aos períodos sazonais, quando o mercado induz a vontade de consumo, pois nossos colaboradores também são nossos clientes e por isto absorvem esta necessidade consequente de consumo gerada por nossas próprias campanhas.

Enfim, nada que venha a impedir nossas campanhas para o Natal, sejam de consumo ou de incentivo interno, mas paralelamente a elas temos que rever nossas posições quanto a valorização interna de nossa força de vendas para que esta realmente engaje o espírito que se faz necessário ao período. Devemos sim estimular nosso corpo funcional, mas fazendo com que este se sinta realmente parte do processo de nossas empresas e com o devido valor, portanto está na hora de realmente darmos retornos, principalmente financeiro, a nossa equipe.

Se deixarmos a frustração tomar conta de nossos colaboradores, qualquer campanha de incentivo interno para vendas poderá ser demasiadamente impotente ante a nossos concorrentes.

Um abraço,

Willian Marinho

Opinião do leitor

Olá Raúl,

Antes de mais nada, parabéns! Acompanho todas as publicações e estas servem de inspiração para meu dia a dia na empresa. Vou marcar uma reunião e a apresentação (14 Maiores Acertos em Vendas no Natal) veio a calhar. Adorei!

Rosangela Hedissa Guilardi

Para pensar

Liderança é ação, e não posição.

Donald McGannon