banner-somente-hoje

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Quando falamos em motivação, podemos pensar nela sob diferentes pontos de vista, pois nenhuma palavra ganhou tanto espaço no mundo corporativo, nos últimos anos, quanto essa. Aqui na VendaMais, definimos motivação como a grande força propulsora do comportamento humano, tanto na esfera pessoal quanto na profissional.

As pessoas são motivadas a agir e obter resultados pela vontade de satisfazer seus próprios desejos e suas necessidades, ou seja, o potencial motivacional está em cada um. É por isso que você já deve ter ouvido muito que ninguém motiva ninguém – e isso é a mais pura verdade!

Então, enquanto líderes têm como uma de suas principais atribuições fazer o possível para motivar suas equipes, os profissionais de sucesso desenvolvem sua automotivação; afinal, se ela está dentro de cada um, ninguém melhor que você mesmo para dar um up em seu astral e vender mais, não é mesmo?

É claro que os benefícios concedidos pela empresa, sejam eles tangíveis ou não, motivam seus profissionais, mas há pequenas coisas que muitas pessoas fazem e que as ajudam a manter-se automotivadas, como: ler livros que não têm nada (ou têm tudo) a ver com suas ocupações; ficar um fim de semana isoladas dos outros para pensar e refletir sobre a vida; sair da “zona de choque” e fumar um cigarro (não recomendo isso, mas sei que tem gente que faz!); tomar um banho mais longo e relaxante ao chegar em casa; ou mentalizar um mantra sempre que a situação estiver difícil.

As maneiras de se automotivar são muitas. Eu, por exemplo, gravei um CD com músicas selecionadas para escutar quando quero me sentir mais alto-astral. Também adoro sair para correr. Resumindo: música e esporte são meus dois fatores de automotivação para garantir meu melhor astral, seja no trabalho, seja na vida pessoal.

Então, fiquei curioso: o que você faz para se automotivar, para poder estar sempre de bem com a vida diante de seu cliente? Divida conosco suas técnicas de automotivação! Talvez haja alguém precisando de dicas para fazer diferente ou que, pelo menos, irá se divertir sabendo de formas inusitadas de se automotivar.

Envie um e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e dê suas dicas de automotivação. Se quiser, não precisa se identificar, só queremos saber o que você faz! Em breve, você terá um manual de automotivação na VendaMais. Aguarde!

Raúl Candeloro

ARTIGO DA SEMANA

Não há falta de vendas para quem nasceu para vencer

Por Evaldo Costa

Medidas do governo estão prejudicando as suas vendas? Sempre que converso com empresários dos quatro cantos do País e faço a eles essa pergunta, quase sempre a resposta é: “É claro que sim”.

Caso essa seja também a sua posição, sugiro que repense o seu ponto de vista. Como profissional de vendas com quase quatro décadas de experiência, posso afirmar que o grande culpado pela falta de vendas pode estar entre a sua própria equipe.

Não está convencido? Então, como você explica o fato de que, confrontados com as mesmas condições econômicas e mercadológicas, alguns dos seus vendedores raramente dão descontos, enquanto outros dizem só ser possível vender concedendo o máximo de benefícios para os clientes?

Como explicar que alguns dos seus melhores vendedores, diante do cliente, são capazes de defender a proposição de valor, enquanto outros juram que, se não tivessem concedido o desconto máximo, o negócio teria sido perdido?

Os líderes de vendas precisam se conscientizar de que sua meta é garantir que a empresa venda mais e com mais frequência para muitas pessoas. Além disso, diante de queda do número de vendas, em vez de pedir à equipe que encontre novos caminhos para reduzir os custos, o líder deve solicitar a ela que descubra meios de vender mais e melhor.  

O verdadeiro líder de vendas não se preocupa tanto com as razões pelas quais o mercado está mais competitivo. Em vez disso, ele concentra suas energias e as direciona para desenvolver novas estratégias de prospecção de negócios, elevar o faturamento e, com isso, lucrar mais.

É preciso, também, ter uma boa “inteligência de negócios” e treinar a equipe para identificar oportunidades e atuar com otimismo e motivação. Conscientize o vendedor de que a capacidade de vendas dele é do tamanho de suas crenças e possibilidades.

Gerir uma equipe de vendas pode parecer simples, mas nem sempre é, pois requer muita disciplina e capacidade de interagir com as pessoas. Muitos líderes concentram-se no desenvolvimento de melhores estratégias e se esquecem daqueles que irão executá-las.

Além disso, considere que a atitude em vendas sempre conta muito. Quando foi, por exemplo, a última vez que você reuniu a sua equipe para encontrar novos caminhos de venda e avaliar desempenhos? Uma avaliação inteligente e sincera da equipe pode trazer benefícios para o esforço individual e coletivo. É possível que isso provoque alguma inquietação, mas também proporcionará reflexões importantes para elucidar questões como estas:

  • Até que ponto os melhores vendedores estão dando uma real contribuição para os lucros?
  • Os vendedores novatos estão evoluindo satisfatoriamente?
  • Os clientes (inclusive os de menor potencial de compras) estão recebendo a devida atenção dos vendedores?
  • A equipe está prospectando clientes ou apenas atendendo àqueles que a procura?

Saiba que as condições econômicas e mercadológicas podem não ser adequadas ao bom desempenho das vendas, mas antes de sair por aí culpando o governo, os fornecedores e a escassez de clientes, certifique-se de que a equipe de vendas está fazendo adequadamente o dever de casa. Afinal de contas, não há falta de vendas para quem nasceu para vencer!

Evaldo Costa é escritor, conferencista e diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil
Blog: www.evaldocosta.blogspot.com
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Ele publicou o texto acima na Comunidade VendaMais. Se você quer obter outras dicas e textos relevantes, práticos e diretos como esse ou enviar um artigo seu para a nossa equipe, acesse: www.comunidadevendamais.com.br e inscreva-se!               

OPINIÃO DO LEITOR 

“Grande Vilhena! Quero parabenizá-lo pelo seu artigo na revista VendaMais de agosto de 2011. Eu também tenho um concorrente, fabricante de gelo, que faz concorrência desleal, não paga suas dívidas nem registra seus funcionários. Também fabrico espetinhos e vejo diversos carrinhos pelas ruas que fazem até espetos para eventos sob encomenda. E nós, que temos SISP, médico veterinário acompanhando toda a qualidade, etc., temos que concorrer com esse tipo de gente. Complicado, né? É difícil porque a fiscalização só cobra propinas e deixa de lado a qualidade e os riscos que as pessoas correm por consumir esses produtos. Situação lamentável!”
Rafael Ivanhes

PARA PENSAR 

Qualidades de vencedores

Autoestima nada mais é do que acreditar em sua capacidade de fazer aquilo que se propôs. Motivação é a capacidade de colocar em prática suas ideias, independentemente das adversidades ou dificuldades”

Luís Alves, personal coach